Receba as postagens por e-mail

terça-feira, 8 de maio de 2012

QUAL É O DIAGNÓSTICO 30?

Qual é a arritmia?


(Cortesia de Dra. Lorena Marques-R2 de Cardiologia HUOL)


RESPOSTA:


O traçado mostra taquicardia regular de QRS estreito, com FC de 160 bpm. Uma onda F cai no segmento ST como pode ser visto em algumas derivações, como DIII e AVF, com a observação cuidadosa; a outra encontra-se antes de cada QRS. Portanto, trata-se de flutter atrial típico, já que a atividade atrial, com relação 2:1,  apresenta polaridade negativa nas derivações inferiores. A frequência das ondas F é de 320/min. O diagnóstico diferencial é com outras taquicardias de QRS estreito, como outras taquiarritmias atriais e as taquicardias paroxísticas supraventriculares (TPSV). A aplicação de manobra vagal ou, principalmente, adenosina IV, aumenta o grau de bloqueio AV, o que evidencia mais claramente as ondas F no flutter atrial.

2 comentários: