sexta-feira, 15 de junho de 2012

QUAL O DIAGNÓSTICO 31?

Qual a causa da ausência de deflexões em D2 neste traçado?


RESPOSTA:


O ECG exibe uma linha "isoelétrica" em D2. Não há registro de P, QRS ou onda T. Tal alteração é compatível com troca de eletrodo: D2=PE-BD. Então para esta derivação apresentar potencial igual a zero, os seus dois eletrodos devem ter sido colocados nos MMII. O potencial nas duas pernas é o mesmo (diferença nula). Neste caso aVR e aVF são similares porque ambos estão estão nos MMII.
Este ECG não foi feito de forma intencional, mas apresentado para discussão. Observe que houve troca também nas precordiais V1 e V2, provavelmente: o eletrodo de V1 foi posto no local de V2 e vice-versa. O V2 registrado tem morfologia típica de V1: P negativa e complexo rS, com aumento do r em V2.

Em post anterior tratamos deste tópico. Esta parte se aplica bem a este ECG:

"A inversão entre os eletrodos da perna esquerda (verde) e o da perna direita (preto; terra) praticamente não modifica o eletrocardiograma, já que praticamente não há diferença de voltagem entre as duas pernas, como foi explicado no início. Entretanto, quando ocorre troca entre o eletrodo “terra” (preto) e o eletrodo do braço direito (vermelho), DII exibe uma linha com ausência de deflexões (ausência de P-QRS-T), já que não há diferença de potencial entre as duas pernas. Sendo a troca entre o eletrodo “terra” (preto) e o eletrodo do braço esquerdo (amarelo), a derivação III não apresentará deflexões. Ocasionalmente no ECG realizado corretamente podemos registrar uma derivação onde o complexo QRS se apresenta isodifásico pela projeção perpendicular dos vetores do QRS nesta derivação. Mas neste caso a onda P e T estarão presentes normalmente. O registro de linha sem atividade elétrica em DI é incomum, já que se torna necessário a inversão entre os dois eletrodos dos braços com os das pernas".

3 comentários:

  1. Eixo Elétrico em AvL (-30º) , ficando isoelétrico em DII (60º)

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde!

    Histórias reais de mais de 30 anos de atendimento médico de urgência:

    http://lembrancasmedicas.blogspot.com.br

    Se puder divulgar eu agradeço!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Troca de cabos (eletrodo "terra" - preto - pelo eletrodo vermelho do braço direito).
    Cleobenysson Cruz

    ResponderExcluir