Receba as postagens por e-mail

sábado, 7 de maio de 2011

RESPOSTA DO ECG ANTERIOR (QUAL O DIAGNÓSTICO 16)

O ECG inicial encontra-se praticamente normal, sem revelar alterações significativas de ST-T, enquanto o realizado 11 h após mostra ondas T invertidas nas derivações V2 a V6, D1 e aVL, com aspecto bifásico em V2-V3 e componente inicial negativo (T plus-minus). Em V2 a V5 as ondas T são profundas. O paciente evoluiu com melhora da dor precordial e persistência das alterações da onda T. A CB-MB foi normal e a troponina I  igual a 0,48 mg/ml (normal até 0,4).
As alterações dinâmicas de ST e T associadas a sintomas isquêmicos devem ser valoridas como indicativas de evento coronariano agudo, com maior probabilidade de indicar isquemia a depressão nova de ST >= 0,5 mm e a inversão de T > 2 mm.
Neste caso específcico, podemos estabelecer o diagnóstico de Síndrome de Wellens, e prever que o cateterismo provavelmente revelerá lesão proximal grave da descendente anterior (DA).
A síndrome de Wellens é caracterizada pela presença de inversão de ondas T em derivações precordiais, não associadas a alteração de ST e Q patológica (portanto, não relacionadas ao IAM com supra de ST), em pacientes com dor precordial. Os marcadores de necrose, como troponina, são normais ou apresentam pequena elevação.
O aspecto de ondas T bifásicas (plus-minus) em precordiais V2-V3 é característico da Síndrome de Wellens.
Os pacientes com este quadro tem risco elevado de novos eventos em semanas (infarto, morte) e devem ser submetidos a revascularização precoce, geralmente ATC com implante de Stent.
Este paciente apresentava lesão suboclusiva proximal da DA, foi submetido a ATC com implante de stent e evoluiu bem.
Esta síndrome foi descrita em 1982 por Zwaan et al, do grupo do Prof. Wellens (que deu nome à síndrome)
Hans JJ Wellens, nascido em 1935, é um renomado Professor e Pesquisador Holandês, com incontáveis contribuições na Eletrocardiografia e Arrtimias.

REFERÊNCIAS:
1.de Zwaan C, Bär FW, Wellens HJ. Characteristic electrocardiographic pattern indicating a critical stenosis
high in left anterior descending coronary artery in patients admitted because of impending myocardial
infarction. Am Heart J. 1982;103(4 Pt 2):730-6.

Nenhum comentário:

Postar um comentário